• 10/08/2020

    Investimentos caem 1,3% em junho e 24,5% no 2º trimestre, aponta Ipea


    FONTE: Valor              

     

    Os investimentos voltaram a cair em junho, após maio ter recuperado parcialmente as baixas de março e abril, segundo o Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada (Ipea). Houve retração ante maio de 1,3%, feitos os ajustes sazonais, e de 15,6% ante igual mês do ano passado na Formação Bruta de Capital Fixo (FBCF), medida do que se investe em aumento da capacidade produtiva da economia, pesquisa e inovação e na reposição da depreciação do estoque.

     

    Com isso, o segundo trimestre registrou baixas de 24,5% e 23,1% no investimento quando comparados ao primeiro trimestre do ano e ao período de abril a junho de 2019, respectivamente. No acumulado do ano, a FBCF tem queda de 4,1%.

     

    De modo desagregado, o indicador apontou retração de 13,9% nos investimentos em máquinas e equipamentos na comparação de junho ante maio. A produção nacional desses bens cresceu 8,2%, enquanto a importação caiu 56,9% no período, reflexo da alta base de comparação com maio, quando ocorreu um forte aumento associado à importação das plataformas de petróleo.

     

    Na contramão dos demais componentes, construção civil registrou alta de 6,5% na análise mensal, depois de um avanço de 14,6% em maio ante abril. Os investimentos em outros ativos fixos recuaram 1,8% na passagem de junho para maio.

     

    Já na comparação com junho de 2019, a queda nos investimentos atingiu os três segmentos: máquinas e equipamentos (-27,2%), construção civil (-4,8%) e outros ativos fixos (-16,5%).

     

    Na análise do segundo trimestre deste ano, todos os segmentos também tiveram resultado negativo por causa da pandemia do novo coronavírus e as medidas de isolamento social, destaca o Ipea. A queda foi de 33,1% em máquinas e equipamentos, 13,9% na construção civil e 18,9% em outros ativos fixos, sempre ante os três primeiros meses do ano.

     

     

    Notícias relacionadas:

    Serviços

    O Sindipesa mantem convênio com a Paulicon consultoria nas questões relacionadas a legislação que afeta o transporte rodoviário de cargas, de trânsito, tributária e trabalhista através do telefone (11) 4173-5366

    

    Parceiros Mantenedores