• 30/07/2020

    Região Sudeste registra alta no preço dos combustíveis


    FONTE: Frota&cia            

     

    Os primeiros 15 dias de julho foram de aumento no preço dos combustíveis na Região Sudeste, de acordo com o Índice de Preços Ticket Log (IPTL). Dessa forma, a gasolina, que em junho era vendida a R$ 4,198, foi encontrada no início de julho pelo valor médio do litro a R$ 4,297, um avanço de 2,36%. Já o etanol passou de R$ 3,128, em junho, para R$ 3,207, incremento de 2,53%. O diesel, por sua vez, teve o maior aumento entre os demais, 4,70%, com o litro vendido a R$ 3,298.

     

    “O IPTL apontou junho como o primeiro mês de aumento no preço dos combustíveis em 2020. Assim, tudo indica que julho seguirá o cenário de avanço nas bombas, tendo em vista o resultado dos primeiros 15 dias. O destaque no Sudeste é o fato de que diferente do mês anterior, a gasolina da região perdeu o posto de mais cara do País, que passou a ser da Região Nordeste”, afirma o head de Mercado Urbano da Edenred Brasil, Douglas Pina.

     

    Rio e São Paulo, o mais caro e o mais barato

     

    Todos os Estados do Sudeste apresentaram aumento no preço dos combustíveis nos primeiros dias de julho. O Rio de Janeiro continua com os maiores valores de toda a região para o etanol, comercializado a R$ 3,726, e a gasolina, vendida a R$ 4,656. Já o diesel deixou o ranking de mais caro do Brasil nos postos cariocas, e foi comercializado a R$ 3,375.

     

    Os combustíveis comercializados em São Paulo continuam entre os mais baratos da região. O etanol vendido nos postos do Estado teve um acréscimo de 2,1%, em relação a junho, com preço médio final de R$ 2,557. O aumento da gasolina foi de 2,3%, e o combustível foi encontrado nas bombas a R$ 3,971. Já o diesel foi vendido a R$ 3,186, acréscimo de 4,7%, o maior reajuste dentre os principais combustíveis.

     

     

    Notícias relacionadas:

    Serviços

    O Sindipesa mantem convênio com a Paulicon consultoria nas questões relacionadas a legislação que afeta o transporte rodoviário de cargas, de trânsito, tributária e trabalhista através do telefone (11) 4173-5366

    

    Parceiros Mantenedores