• 12/03/2019

    Exigências do Contran devem custar mais de US$ 650 milhões para montadoras nos próximos 10 anos


    FONTE: Blog do Caminhoneiro         

     

    De acordo com Orlando Merluzzi, consultor especializado no setor automotivo, com a MA8 Consulting Group, o custo total das novas regulamentações já anunciadas pelo Contran para os caminhões pode passar de US$ 650 milhões por modelo para os próximos dez anos. Esse valor é necessário para adequar os veículos existentes ou desenvolver novos modelos, que precisam cumprir dezenas de requisitos técnicos diferentes.

     

    Entre as novas resoluções que passam a valer até 2030 estão modificações estruturais, nível de segurança mais elevado, padrão de emissões Euro 6, controle eletrônico de estabilidade e redução de níveis de ruídos.

     

    Algumas montadoras, que são regidas por legislações semelhantes na Europa, já vem se adequando gradativamente à essas mudanças na legislação, mas o custo continua elevado.

     

    De acordo com a publicação de Orlando Merluzzi, esse é um dos motivos que levaram a Ford Caminhões a abandonar o mercado de caminhões na América Latina, e também deve dificultar a entrada de novas montadoras no Brasil nos próximos anos.

     

    Como se sabe, qualquer alteração estrutural, de tecnologia ou visual em veículos de grande porte precisa de vários anos para ser desenvolvida, testada e colocada à venda, demandando investimentos de milhões de dólares.

     

    Notícias relacionadas:

    Serviços

    O Sindipesa mantem convênio com a Paulicon consultoria nas questões relacionadas a legislação que afeta o transporte rodoviário de cargas, de trânsito, tributária e trabalhista através do telefone (11) 4173-5366

    

    Sócios Mantenedores