• 25/10/2018

    Correios suspende taxa extra para cobrir segurança privada


    FONTE: Radioagência Nacional             

     

    Os Correios suspenderam a taxa extra de R$ 3, cobrada de encomendas destinadas à região metropolitana do Rio de Janeiro, por causa do alto índice de roubo de cargas. 

     

    O valor a mais foi instituído em abril deste ano, para cobrir os gatos da estatal com segurança privada para os veículos de entrega. De acordo com os Correios, a taxa extra vai deixar de ser cobrada a partir do próximo dia 16 de novembro.

     

    O anúncio foi feito nessa segunda-feira (22), pelo presidente da estatal, Carlos Roberto Fortner, após encontro com o secretário de Segurança do Rio, general Richard Nunes. De acordo com Fortner, a taxa não pode ser retirada de imediato porque os Correios tem contratos em vigor com as empresas de segurança, que precisam ser rescindidos, além da necessidade do pagamento de todas as garantias trabalhistas, incluindo aviso prévio. 

     

    O presidente dos Correios explicou que os índices de assaltos a carteiros e roubos de cargas no Grande Rio caíram expressivamente ao longo deste ano e estão em um patamar equivalente ao registrado em 2012. Segundo Fortner, a estatal arrecadava cerca de R$ 120 mil, por dia, com a taxa extras.

     

    Notícias relacionadas:

    Serviços

    O Sindipesa mantem convênio com a Paulicon consultoria nas questões relacionadas a legislação que afeta o transporte rodoviário de cargas, de trânsito, tributária e trabalhista através do telefone (11) 4173-5366

    

    Sócios Mantenedores