• 05/07/2018

    Petrobras assina parceria com estatal da China para concluir Comperj


    FONTE: Governo do Brasil, com informações da Petrobras        

     

    Petrobras anunciou, nesta quarta-feira (4), uma parceria com a gigante chinesa China National Petroleum Corporation International (CNPCI) para concluir a construção da refinaria no Complexo Petroquímico do Rio de Janeiro (Comperj), em Itaboraí (RJ). A carta de intenções assinada pelas duas empresas prevê, além da execução da obra, a participação dos chineses no cluster de Marlim, que abrange os campos de Marlim, Voador, Marlim Leste e Marlim Sul, todos na Bacia de Campos.

     

    Entre outros benefícios, o acordo permitirá utilizar o óleo pesado produzido nesse cluster para processamento na Refinaria do Comperj, que conta com infraestrutura adequada para esse tipo de petróleo. Parte dos ativos que compõem os campos de Marlim devem passar por revitalização, que demandará investimentos expressivos para substituir as instalações existentes e a abertura de novos poços e sistemas submarinos.

     

    O presidente da Petrobras, Ivan Monteiro, destacou que foi dado mais um passo na busca por parcerias, que garantirão novos investimentos para o setor no País. "Para mim, é mais uma demonstração de como uma Petrobras financeiramente saudável e equilibrada pode ter um impacto positivo para a sociedade brasileira e todos os seus acionistas", afirmou.

     

    Histórico de parceria

     

    Resultado de uma negociação que iniciou em julho de 2017, com a assinatura de um Memorando de Entendimento, a parceria viabilizará os investimentos necessários para a conclusão das obras do Comperj, que foram interrompidas em 2015 com mais de 80% do projeto pronto.

     

    Desde 2013, a Petrobras e a CNPC são parceiras na área de Libra, primeiro contrato pelo regime de partilha de produção, localizada no pré-sal da Bacia de Santos. Atualmente, a CNPC produz aproximadamente 3,3 milhões de óleo equivalente por dia e opera uma capacidade de processamento de mais de 3 milhões de barris diários.

     

    Notícias relacionadas:

    Serviços

    O Sindipesa mantem convênio com a Paulicon consultoria nas questões relacionadas a legislação que afeta o transporte rodoviário de cargas, de trânsito, tributária e trabalhista através do telefone (11) 4173-5366

    Consultoria Tributária Bastazini
    O Sindipesa mantem convênio com a Bastazini Consultoria Tributária para consultas sobre questões tributárias nas importações de máquinas e equipamentos (Definitiva e temporária), assim como trabalho institucional junto aos órgãos governamentais, em especial receita federal, MDIC, MTE e planejamento. O contato com a empresa pode ser feito através do telefone (13) 3027-4788 ou email jose.bastazini@yahoo.com.br