• 11/05/2017

    Reajuste de pedágios ajuda EcoRodovias a ter lucro 43% maior no 1º tri


    Reajuste nas tarifas de pedágios ajudou a EcoRodovias a ter um salto de 43% no lucro líquido do primeiro trimestre, uma vez que o tráfego nas rodovias administradas pela companhia ficou quase estável na comparação anual.
     
    A operadora de concessões de infraestrutura informou nesta segunda-feira (08/05) que seu lucro comparável de janeiro a março somou R$ 98 milhões, alta de 42,7% sobre um ano antes.
     
    Já o resultado medido pelo lucro antes de juros, impostos, amortização e depreciação (Ebitda, na sigla em inglês) proforma avançou de 10,7% ano a ano, a R$ 442,7 milhões. A margem Ebitda ficou estável em 66,8%.
     
    O volume de tráfego consolidado das rodovias sob concessão da EcoRodovias no período foi 0,6% maior do que em igual período do ano passado.
     
    Mas a receita líquida da empresa na base proforma subiu 10,7%, a R$ 662,7 milhões, impulsionada pelo aumento de 9% da tarifa média consolidada por veículo, "devido principalmente à aplicação dos reajustes tarifários nas concessões rodoviárias", explicou a EcoRodovias no balanço.
     
    O custo caixa consolidado, excluindo os itens não recorrentes, totalizou R$ 174,9 milhões, redução de 1,8%.
     
    Nos demais segmentos de negócios da empresa, a receita bruta de construção cresceu 35%, a R$ 87,1 milhões, enquanto o Ecoporto de Santos teve alta de 14,3%, para R$ 73,7 milhões.
     
    A empresa afirmou que seu plano de investimentos para 2017 é de R$ 912 milhões, ficando ligeiramente acima do previsto para este ano por ocasião da divulgação de resultados do quarto trimestre de 2016, de 835 milhões. No ano passado, a companhia divulgou investimento total de R$ 624 milhões.
     
    A EcoRodovias terminou março com uma relação de endividamento sobre Ebitda proforma de 2,7 vezes ante 2,8 vezes um ano antes. A dívida líquida no intervalo subiu 2,2%, a 4,2 bilhões de reais.

    Época Negócios - RJ
    Notícias relacionadas:

    Serviços

    O Sindipesa mantem convênio com a Paulicon consultoria nas questões relacionadas a legislação que afeta o transporte rodoviário de cargas, de trânsito, tributária e trabalhista através do telefone (11) 4173-5366

    Consultoria Tributária Bastazini
    O Sindipesa mantem convênio com a Bastazini Consultoria Tributária para consultas sobre questões tributárias nas importações de máquinas e equipamentos (Definitiva e temporária), assim como trabalho institucional junto aos órgãos governamentais, em especial receita federal, MDIC, MTE e planejamento. O contato com a empresa pode ser feito através do telefone (13) 3027-4788 ou email jose.bastazini@yahoo.com.br