• 27/03/2017

    Porto de Paranaguá tem novo sistema de agendamentos para descarga de caminhões


    Com o objetivo de melhorar o fluxo dos caminhões que chegam a Paranaguá com grãos para exportação da safra, a Administração dos Portos de Paranaguá e Antonina incrementou o sistema de agendamento de descarga de caminhões. A partir desta safra, o descarregamento é agendado com data e hora para acontecer, possibilitando melhor planejamento para caminhoneiros, exportadores, terminais e porto.
     
    O sistema vai permitir que o fluxo seja mais ordenado e bem distribuído ao longo das 24 horas do dia e dos sete dias da semana, eliminando os períodos ociosos de descarga, evitando o acúmulo de veículos nas vias de acesso aos terminais e dando mais segurança aos caminhoneiros.
     
    “Esta safra deverá ter volume recorde e com um agendamento mais preciso dos caminhões, evitamos alguns problemas que podem acontecer no pico do tráfego de veículos que trazem grãos”, afirma o secretário de Infraestrutura e Logística, José Richa Filho.
     
    AGENDAMENTOS – Agora, ao fazer o cadastramento do caminhão que trará os grãos ao porto, o transportador deverá indicar o dia e o horário da chegada do veículo, com uma margem de seis horas para mais ou para menos, considerando o tempo gasto com o deslocamento do campo até Paranaguá e os períodos de pausa visando a lei do descanso do caminhoneiro.
     
    “Esta mudança foi uma demanda de exportadores e terminais, que nós estamos atendendo”, afirma o diretor-presidente da Administração dos Portos de Paranaguá e Antonina, Luiz Henrique Dividino.
     
    A previsão é que a colheita de verão do Paraná chegue a 23,3 milhões de toneladas e, no Brasil, a safra toda deve alcançar a marca de 215 milhões de toneladas e ser a maior da história. “A logística de escoamento destes produtos tem que estar muito bem organizada para que produtor e comprador dos grãos tenham seus prazos respeitados e as operações aconteçam com agilidade. Para garantir isso, estamos mudando as regras”, completa Dividino.
     
    O novo método é uma evolução do Carga Online, sistema que eliminou as filas de caminhões que acessavam o Porto de Paranaguá pela BR-277. Neste sistema, um terminal recebe determinado número de cotas de caminhões de acordo com sua produtividade. Quanto mais rápido eles descarregam os caminhões e carregam os navios, mais cotas são liberadas para trazer produtos para o Porto de Paranaguá. Só são aceitos no Pátio de Triagem caminhões liberados pelo sistema.
     
    Com o novo sistema de agendamento, além de levar em conta eficiência dos terminais, as cotas serão liberadas de acordo com o horário previsto de chegada do veículo.
     
    O objetivo é preencher com um fluxo equilibrado todos os horários de descarga, inclusive aos finais de semana e durante a noite, quando o movimento era menor.
     
    Caso o motorista tenha um imprevisto que faça com que ele não chegue no horário agendado, ele deve comunicar o operador portuário para que seja efetuado um reagendamento. O caminhoneiro recebe o contato do operador por SMS no momento em que o agendamento é efetuado.

    Intelog - RS
    Notícias relacionadas:

    Serviços

    O Sindipesa mantem convênio com a Paulicon consultoria nas questões relacionadas a legislação que afeta o transporte rodoviário de cargas, de trânsito, tributária e trabalhista através do telefone (11) 4173-5366

    

    Sócios Mantenedores