• 12/02/2017

    Tecnologia oferece ferramentas contra a crise no transporte rodoviário de cargas


    Softwares, equipamentos e outros recursos melhoram a administração dos negócios

    Um modelo de gestão afinado com as novas tecnologias mundiais. Esse é um dos caminhos para superar a crise econômica que afeta o transporte rodoviário de cargas, acredita o presidente do Setcepar, Marcos Battistella. "Momentos de crise exigem que se saia do quadrado. O transporte rodoviário de cargas é muito dinâmico. Por isso, devemos aproveitar o avanço das tecnologias e as novidades na área. As transportadoras precisam estar inseridas em um ambiente de inovação, acompanhar as tendências e investir no que o mercado oferece", explica.

    De acordo com Battistella, a Tecnologia da Informação (TI) vem sendo utilizada no TRC como uma das principais ferramentas do setor. Com softwares que ajudam motoristas e transportadoras a obter uma operação logística mais ágil, as novidades ajudam na redução de custos. "Os caminhões estão cada vez mais tecnológicos, rápidos e eficientes. Embora seja necessário um considerável investimento inicial, a redução de custos no futuro é ainda mais significativa. Essas novas ferramentas promovem o controle de estoque, administram fluxos de entregas, possibilitam alternativas de trajetos com mapas digitalizados, dificultam o roubo de carga, entre diversas outras vantagens", lista Battistella.

    Investimento em educação  
    Mas é bom ressaltar que o emprego crescente de tecnologia impõe mudança cultural: as transportadoras precisam investir na educação de seus motoristas e colaboradores. "De nada adianta investir em veículos supertecnológicos se o empresário não capacitar seus colaboradores. É necessário oferecer cursos a distância, seminários e palestras para que os motoristas se qualifiquem e possam aproveitar todos os novos recursos", orienta. 

    Ainda segundo o presidente do Setcepar, apesar de algumas empresas apresentarem dificuldades para implementar novos modelos de gestão e logística, a tendência é que a tecnologia chegue cada vez mais perto do transporte rodoviário de cargas. "As novas tecnologias não apenas reduzem custos, mas modernizam o setor e promovem um investimento na economia no país. Então, é um progresso sem chance de retorno", afirma.

    Veja algumas das novas ferramentas que auxiliam o TRC

    TMS (Transportation Management System)

    O TMS, mais conhecido como Sistema de Gerenciamento de Transporte ou  Sistema de Gestão de Transporte e Logística, é um software para melhoria da qualidade e produtividade de todo o processo de distribuição. Este sistema permite controlar toda a operação e gestão de transportes de forma integrada. 

    Sistemas de rastreamento e monitoramento 
    Permite a instalação de um rastreador por satélite em que cada caminhão é rastreado por meio de uma central da própria transportadora. O objetivo é o acompanhar a frota em tempo real, com controle do tráfego, velocidade e distância percorrida pelo motorista, além de evitar atraso nas entregas.

    Sistemas de gerenciamento de armazéns (WMS) 
    Administram fluxos de entregas, recebimento, armazenagem, separação e expedição de mercadorias, definindo facilidade de localização dentro do depósito.

    Sistemas de roteirização de veículos
    Possibilita alternativas de trajetos com mapas digitalizados, evitando rotas desnecessárias que podem acarretar prejuízos para a empresa e desgastes maiores aos caminhões.

    Setcepar - PR
    Notícias relacionadas:

    Serviços

    O Sindipesa mantem convênio com a Paulicon consultoria nas questões relacionadas a legislação que afeta o transporte rodoviário de cargas, de trânsito, tributária e trabalhista através do telefone (11) 4173-5366

    

    Sócios Mantenedores